Prevenção ao coronavírus

Voluntários e entidades, atenção às normas de convívio social responsável:

Use máscara. Ao utilizá-la, você se protege e protege quem está ao seu redor.

Se você ainda não possui máscara, clique aqui e veja como é fácil fazer.

VOLUNTÁRIO: para atividades presenciais, você poderá participar se tiver boas condições de saúde e se estiver fora do grupo de risco.

Lave as mãos com freqüência, utizando água e sabão.

Utilize álcool em gel quando não for possível lavar as mãos.

Lembre-se: mantenha uma distância segura de 1,5m entre as pessoas.

Quando alguém tosse ou espirra, gotas de fluido que podem conter o vírus são liberadas pelo nariz ou pela boca. Se você estiver muito perto, pode respirar as gotículas e, com elas, a COVID-19.

ENTIDADE: reforce os cuidados com higiene e limpeza no local em que as atividades serão realizadas. Disponiblize local com água e sabão ou álcool em gel para a higiene dos voluntários e demais envolvidos na ação.

Higienize periodicamente superfícies e objetos, tais como pias, mesas, balcões, maçanetas, puxadores, computadores, telefones, etc.

Além disso, é importante manter os ambientes arejados, abrindo janelas e portas.


Atenção também para as regras gerais de prevenção ao coronavírus:

1. Lave bem as mãos e com frequência, usando água e sabão ou álcool em gel.

Por quê? O sabão, por ser uma substância que quebra a gordura, consegue destruir o envelope viral (parte externa do vírus, composta justamente por gordura), matando esses organismos.

2. Evite tocar os olhos, nariz e boca.

Por quê? As mãos tocam muitas superfícies e, uma vez contaminadas, elas podem transferir o vírus para os olhos, nariz ou boca. A partir daí, ele entra no seu corpo e causa doenças

3. Se puder, fique em casa.

Por quê? Neste momento o isolamento social é a principal medida para evitar a disseminação do Coronavírus. Ao ficar em casa, você não corre o risco de se contaminar com o ambiente externo e nem de transmitir o vírus para as pessoas.

4. Se precisar sair de casa, use máscara. 

Por quê? Ao utilizar a máscara, você cria uma barreira de proteção para você e para quem está ao seu redor, evitando que as gotículas contaminadas com o vírus se disseminem. 

5. Se você tiver febre, tosse e falta de ar, procure atendimento médico e ligue com antecedência para o posto de saúde, UPA ou pronto-socorro.

Por quê? Ligar com antecedência permitirá que o seu atendimento seja direcionado rapidamente ao centro de saúde certo. Isso também irá protegê-lo e ajudar a impedir a propagação de vírus e outras infecções.

6. Mantenha-se informado sobre as últimas notícias sobre a COVID-19 em canais oficiais e siga as orientações sobre como se proteger e a outras pessoas da COVID-19.

Por quê? Os canais oficiais terão as informações mais atualizadas sobre a COVID-19, se ela está se espalhando em sua área e sobre os cuidados corretos para se proteger.

7. Confira as últimas notícias sobre as áreas mais perigosas (ou seja, as cidades e lugares onde a doença está se espalhando mais amplamente). Se possível, evite se deslocar para essas áreas.

Por quê? Essas precauções devem ser tomadas porque a probabilidade de contrair COVID-19 é maior.